Você conhece e cumpre as regras para estacionamento e parada?

Postado em: Condução Econômica Segurança

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) considera o estacionamento e paradas de veículos questões estratégicas para o bom funcionamento do trânsito e ordenação do espaço público. No entanto, qual a diferença entre parar e estacionar? Essa é uma dúvida frequente entre os motoristas. A resposta é bem simples, basta fazer uma breve consulta ao CTB para entendermos as definições, porém, o mais importante é atentar-se para algumas observações e cuidados na hora de estacionar ou parar seu veículo.

 

proibidoestacionar

Confiram as seguintes definições:

Parada – imobilização do veículo com a finalidade e pelo tempo estritamente necessário para efetuar embarque ou desembarque de passageiros; ou seja, em local apropriado e devidamente sinalizado com a placa de regulamentação que permite a parada do veículo apenas para esses fins. Nesse caso, o motorista deve permanecer no veículo e com o pisca-alerta ligado.

Estacionamento – imobilização do veículo por tempo superior ao necessário para embarque ou desembarque de passageiros. A diferença é que o veículo pode permanecer em alguns lugares por tempo determinado, estacionado e sem a presença do condutor.

Para um trânsito mais harmonioso e correto, observe algumas dicas para não cometer nenhuma infração:

– Nunca pare ou estacione seu veículo em esquinas; na contramão; em cima das calçadas; em pontos de ônibus; sobre a faixa de pedestre; canteiros; em ciclovias; ou garagens.

– Não estacione ou pare seu veículo em locais indicados para pessoas com deficiência física, ao menos que o veículo esteja devidamente regulamentado com o selo que aponte sua necessidade.

– É proibido estacionar ou parar em vagas destinadas a idosos, deficientes, viaturas policiais e corpo de bombeiros.

– Não deixe que seu veículo impeça o uso dos hidrantes de incêndio, registro de água ou tampas de poços de galeria subterrâneas localizadas nas ruas.

Fonte: http://www.viverseguronotransito.com.br/