Tombamento na frota pesada

Tombamento na frota pesada: causas, consequências e formas de prevenção

Postado em: Prevenção de acidentes Transporte de Combustível

O tombamento é um dos acidentes de trânsito que mais preocupam gestores de frota de todos os segmentos, principalmente os que trabalham com transporte de cargas de maior risco. Afinal, acidentes como estes podem acarretar em danos irreparáveis, tanto do ponto de vista econômico quanto humano.

Por isso, em parceira com o engenheiro mecânico, Rubem Penteado de Melo, que ministra um curso de Prevenção de Acidentes no Transporte Rodoviário de Cargas, compilamos as principais causas dos tombamentos de veículos pesados. Também te mostraremos as consequências deste tipo de acidente e como preveni-lo. Confira!

Causas

De acordo com Rubem, para cada caminhão roubado por dia, são registrados oito tombamentos desse tipo de veículo. Portanto, a proporção deste tipo de acidente é alarmante e requer uma ação. Mas para que possamos trabalhar na prevenção, precisamos entender como o tombamento é causado.

A principal causa do tombamento é o excesso de velocidade. De acordo com o engenheiro, diferente do que acontece com veículos leves – que derrapam e depois tombam -,  os caminhões tombam antes de derrapar. “Ele avisa ao motorista que ele exagerou na velocidade, iniciando o processo de tombamento”, aponta Melo.

E como este processo acontece? Ao fazer uma curva, acima da velocidade ideal para aquele trecho, todo o peso é transferido do lado interno para o lado externo da curva. Este momento, segundo o engenheiro, é denominado limiar do tombamento. E, a partir do momento em que os pneus da tração do caminhão são levantados, torna-se uma situação irreversível e o acidente é inevitável.

Tombamento na frota pesadaConsequências

Segundo o engenheiro, 90% das ocorrências de tombamentos envolvem apenas o próprio motorista. Mesmo assim, os acidentes desta dimensão sempre possuem consequências, sejam elas econômicas, ambientais ou humanas.

Levando em consideração veículos pesados que transportam cargas perigosas, como petróleo, gás e substâncias químicas, é necessário considerar o risco de vazamentos na pista e explosões, aumentando significativamente as proporções do acidente. Seja causando vítimas ou poluindo o meio ambiente.

Além disso, existem os casos em que o tombamento de um veículo pesado pode causar outras colisões, envolvendo terceiros que podem estar dentro do limite de velocidade e acabam afetados por um motorista que excedeu este limite.

Entre outras consequências que podem ser listadas aqui estão as interdições na pista, os danos à carga e ao veículo envolvido e outros prejuízos financeiros – com indenizações, multas, cuidados médicos, entre outros – com os quais a empresa precisará arcar.

Formas de Prevenção

Se a principal causa dos tombamentos é a conduta do motorista, principalmente o excesso de velocidade, é necessário agir diretamente na correção e na prevenção deste tipo de comportamento.

Existem maneiras eficazes de trabalhar a conscientização de condutores e nós trouxemos aqui alguns exemplos que podem ser aplicados à sua frota para tornar a prevenção de acidentes mais eficaz:

Treinamentos: Oferecer treinamentos e palestras regulares sobre segurança no trânsito é uma maneira de reforçar este tipo de cultura entre e os condutores da frota. É importante que estes colaboradores tenham ciência de todos os impactos que os acidentes de trânsito podem causar a si próprios, a suas famílias e a terceiros.

Bonificações: Programas de bonificações e premiações para os melhores motoristas da frota são formas adicionais de estimular colaboradores a adotarem uma direção defensiva nas vias.

Tecnologia: Hoje, dispomos de soluções capazes de verificar informações em relação à conduta do motorista, inclusive o excesso de velocidade, como é o caso da Telemetria. Com esta tecnologia, é possível ter em mãos uma visualização clara sobre quais condutores estão mais propensos a se envolverem em acidentes para que o gestor possa tomar as ações corretivas adequadas.

Outra função muito importante da tecnologia nestes casos, é possuir soluções que alertem antecipadamente o motorista sobre a existência de curvas e o limite de velocidade de cada uma delas. Desta forma, os condutores são condicionados a adequarem sua direção e as probabilidades de tombamento diminuem.

E se você quer saber mais sobre tecnologias que podem auxiliar na redução de acidentes, a partir da fiscalização do comportamento do motorista, confira o nosso eBook: 3 ferramentas para alavancar a segurança de sua frota.

Confira o E-book

 

Rubem Penteado de Melo

Conteúdo produzido em parceria com Rubem Penteado de Melo

Possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal do Paraná (1986), Mestrado e Doutorado em Engenharia Mecânica pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (2004 e 2018). Atualmente é professor da Organização Paranaense de Ensino Técnico Ltda, diretor – Transtech Ivesur Brasil Ltda e diretor – TRS PERÍCIAS. Tem experiência na área de Engenharia Mecânica, com ênfase em Mecânica dos Corpos Sólidos, Elásticos e Plásticos, atuando principalmente nos seguintes temas: análise e prevenção de acidentes com veículos de carga, amarração de cargas, dinâmica de veículos articulados e lei da balança.

Soluções Relacionadas

Accident Prevention
Prevenção de acidentes

Indicadores e perfil de condução dos motoristas com maior risco de acidentes de trânsito.

Ver mais
Gestão de frotas
Gestão de frotas

Total controle sobre a perfil de utilização e produtividade da frota, permitindo otimização de veículos ociosos e rápidas tomadas de decisão.

Ver mais
videomonitoramento embarcado
Videomonitoramento embarcado

Câmeras embarcadas nos veículos, proporcionando maior controle e segurança da operação.

Ver mais