Mapeamento auxilia motoristas a passar em segurança por trechos perigosos

Postado em: Segurança

De acordo com o ranking do ministério da justiça, o Brasil apresenta muitas rodovias com trechos que concentram a maior parte dos acidentes. Um dos exemplos é a BR-101 (via que vai do Rio Grande do Sul ao Rio Grande do Norte), que segundo estudos da polícia Rodoviária Federal e do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, foi apontada como a estrada brasileira com mais trechos perigosos.

Sabemos que esses trechos apresentam um tráfego muito intenso é um dos motivos que ocasionam acidentes com frequência e que os motoristas de veículos de carga ou passageiros também complicam ainda mais a situação ao adotarem um comportamento de risco.

É aí que a tecnologia entra em ação para auxiliar a diminuir essas ocorrências e na garantia de maior segurança. Sistemas de rastreamento emitem sinais sonoros alertando os condutores quando entram em áreas de alto índice de acidentes, que são mapeados pelos próprios transportadores ou obtidos por meio de dados estatísticos.

Assim como a solução de rastreamento, a telemetria e a gestão de motoristas, foram desenvolvidas com o objetivo de mudar o comportamento dos motoristas, direcionando-os a ter uma condução mais econômica e segura.

Os acidentes nesses trechos perigosos das rodovias brasileiras vêm crescendo muito e consequentemente, vidas são perdidas, além dos altos custos na cadeia logística. Em razão dessas adversidades, empresas vem buscando soluções que auxiliem a minimiza-las e poupar vidas. A telemetria não só identifica os trechos perigosos, como também informa aos condutores que eles estão passando sobre uma área de risco.

Por exemplo, ao entrar em um trecho perigoso, a solução identifica o problema, gera um alerta sonoro na cabine, para que o condutor reduza a velocidade e dirija cautelosamente até sair do trecho.
Além desse alerta a telemetria gera informações sobre o consumo de combustível, RPM, motor ocioso, acelerações e desacelerações bruscas e um controle detalhado de velocidade que permite a empresa ter motoristas realizando uma condução mais segura.

Com o uso correto dessa tecnologia as empresas podem chegar a reduzir 75% do índice de acidentes graves e uma economia mensal por veículo de R$348,00.

Ficou interessado em saber mais sobre essa tecnologia? Visite nosso site e conheça as soluções que podem auxiliar sua empresa a reduzir custos e aumentar sua rentabilidade.