coronavírus

Coronavírus: como proteger meus motoristas?

Postado em: Dicas Saúde

Apesar de serem dois fatores que, à princípio, não apresentam qualquer relação causal, o novo Coronavírus, ou COVID-19, tem demonstrado efeitos significativos na economia e, por consequência, na gestão de equipes. 

No Brasil, os dados já são alarmantes: são mais de 300 casos confirmados, sendo que os estados de São Paulo e Rio de Janeiro, além do Distrito Federal, já contam com transmissão comunitária, ou seja, não é mais possível identificar a origem da infecção.

O surto do COVID-19 é uma das principais causas dos efeitos negativos sobre a bolsa de valores que, na última semana, registrou seu primeiro “circuit breaker” desde 2008. Só em março de 2020, já foram 4 interrupções das operações na bolsa de São Paulo. 

Todo esse contexto é potenciador de um cenário de extrema incerteza e pânico, onde todos, incluindo o setor privado, são solidariamente responsáveis pela prevenção da doença

Por isso, é essencial que desde já medidas protetivas sejam adotadas nos ambientes de trabalho, sejam eles internos, para a sua equipe de gestão de frotas, ou externos, no que diz respeito aos motoristas.

O V1, serviço de transporte por aplicativo e um dos clientes da Veltec, já vem trabalhando com ações de prevenção. Algumas orientações dadas aos seus motoristas e passageiros são:

  1. Cada um deve abrir a sua porta no momento do embarque e desembarque;
  2. As janelas devem permanecer ao menos ¼ abertas, ainda que com o ar-condicionado em funcionamento;
  3. Dispor de álcool em gel nos veículos;
  4. A cada intervalo entre embarque e desembarque deve-se realizar o procedimento de circulação do ar nos veículos, mantendo por alguns minutos todas as janelas completamente abertas.

A seguir, separamos mais algumas orientações que podem ser implementadas na sua sede e com os motoristas de sua frota para que estejam todos protegidos contra o novo coronavírus.

5 MEDIDAS PROTETIVAS CONTRA O CORONAVÍRUS

Disponibilize artigos de higiene pessoal nos veículos

Os motoristas, apesar de passarem a maior parte do seu tempo sozinhos ao volante, não estão protegidos do novo coronavírus. Pelo contrário. Estão constantemente expostos à doença, principalmente em suas paradas para descanso, refeição ou banho, ou até na atividade de carga e descarga.

Por isso, lenços descartáveis, álcool em gel e sabonetes são bons artigos para manter no veículo.

“A forma mais eficiente de se proteger é lavando com frequência as mãos até a altura dos punhos com água e sabão ou então álcool em gel 70%”, orientou a Dra. Ana Beatriz Pessoa Gallassi.

Assim, os motoristas devem ser orientados a realizar a higienização pessoal e do ambiente de tempos em tempos e, principalmente, quando ocorrer entrada e saída do veículo.

Oriente sobre a higienização para a troca de turnos

O uso compartilhado de veículos pode facilitar a transmissão do coronavírus, visto que este pode se manter ativo em superfícies por algum tempo. 

É importante, portanto, que os motoristas sejam orientados a higienizar com atenção o veículo antes do início do seu turno. Para isso, disponibilize no veículo também produtos para higienização de superfícies, como álcool 70%, desinfetantes e papéis-toalha.

keep on movingPowered by Rock Convert

Sempre opte pelos produtos descartáveis para que esse tipo de higienização seja realizada e oriente ao motorista que faça seu descarte corretamente, evitando que se mantenha dentro do veículo.

Alerte motoristas sobre zonas de alto risco de proliferação

Existem estados do Brasil que já entraram em situação de alerta de alta transmissão do vírus. É o caso de São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal.

Manter os motoristas conscientes das zonas de alto risco poderá auxiliá-los na prevenção contra o coronavírus.

Utilize de informativos de conscientização

Para facilitar a comunicação e a orientação da sua equipe, faça bom uso de informativos de prevenção: eduque-os quanto à forma correta de higienização pessoal e do ambiente de trabalho, quais são os sintomas da doença e como proceder sob suspeita.

“Em caso de febre associado à tosse, dor de garganta ou falta de ar, evite contato com outras pessoas, principalmente idosos e doentes crônicos, e procure por atendimento médico.”

Clique aqui e baixe o kit informativo que a Veltec separou para ajudá-lo nessa etapa de conscientização.

Evite atividades presenciais

Faça tudo o que puder à distância!

Para os gestores de frota, exercer as atividades de forma remota não é nada complicado. Assim, procure remanejar sua agenda de reuniões externas e tente ao máximo realizá-las à distância. A tecnologia já apresenta formas muito eficazes de proporcionar um bom rendimento no estilo home office.

Com a solução da Veltec você pode, inclusive, gerenciar sua frota em qualquer dispositivo, de qualquer lugar que esteja, através de um desktop ou até mesmo de um celular.

Um bom exemplo dessa gestão descomplicada é o VFleets, uma plataforma online destinada a monitorar veículos por meio de indicadores gráficos, ranking de condutores, monitoramento GPS e muito mais.

Se quiser entender mais sobre essa solução e como ela pode auxiliar no seu dia-dia, clique aqui e assista o webinar para saber mais sobre seus conceitos e estrutura.

Solicite o contato de um consultor para conhecer mais sobre as nossas soluções. Preencha o formulário abaixo.

A Dra. Ana Beatriz orienta que “as empresas que não conseguirem estabelecer rodízio entre funcionários ou até mesmo suspender as atividades, é orientado que os cuidados preconizados pelo Ministério da Saúde sejam redobrados, ou seja, lave as mãos com água e sabão sempre que possível, evite aglomerações, não compartilhe objetos de uso pessoal e profissional e tenha sempre um álcool em gel disponível para garantir que suas mãos estejam sempre limpas e esterilizadas”.