As causas dos acidentes de trânsito e como atuar sobre eles

Postado em: Direção segura Prevenção de acidentes

 

É muito comum atribuírem aos acidentes de trânsito, um caráter de fatalidade, como se fossem eventos totalmente impossíveis de se prevenir. Mas a ocorrência de um acidente é resultado de uma situação de risco proveniente de um ou mais fatores contribuintes. Esses fatores adversos são relacionados à via e/ou meio ambiente, aos veículos e ao próprio comportamento das pessoas, o chamado fator humano.

Aqui destacamos a importância de se conhecer os fatores contribuintes dos acidentes de trânsito, pois o conhecimento facilita a identificação de pontos críticos de segurança que devem ser trabalhados e que medidas preventivas serão adequadas para reduzir o surgimento de futuros acidentes de trânsito em suas operações. A seguir explicamos um pouco mais sobre cada fator e como a tecnologia pode auxiliar na prevenção de acidentes:

evitar acidentes de trânsito

Fator da via e/ou meio ambiente: são características inseguras da via no momento do acidente que podem contribuir para sua incidência. Podem estar ligados ao estado da pavimentação, da sinalização, às características geométricas das vias (deficiências de projeto), às condições climáticas, entre outros aspectos. Destacamos como exemplos:

• Placas mal posicionadas
• Faixas de pedestres inexistentes
• Sinalização com defeito
• Curvas muito acentuadas
• Condições meteorológicas
• Má qualidade das rodovias e falta de investimentos
• Acostamentos estreitos

Neste fator, uma ferramenta que pode auxiliar o gestor de frotas é o rotograma, que possibilita limitar a velocidade por trecho e a criar de áreas de controle para monitorá-las mais de perto, mapeando áreas de risco como aquelas com muitos acidentes, muita incidência de roubos, entre outros casos. Outro ponto em que a tecnologia é uma aliada são com os sensores de chuva, que ligados ao Safedrive por exemplo, identificam a utilização dos para-brisas e emitem um alerta ao motorista sobre a necessidade de reduzir a velocidade nessa condição climática.

evitar acidentes de trânsito

Fator veicular: decorrem das falhas de desempenho dos veículos. Acontecem em sua maioria pelo mal estado de conservação, a falta de manutenção ou a utilização incorreta dos mesmos. São exemplos:

• Pneus carecas ou com falta de calibragem
• Retrovisores deficientes
• Falhas mecânicas
• Faróis com defeito ou mal regulados
• Carga mal condicionada
• Freios desregulados

Neste fator destacamos a importância da manutenção periódica de sua frota, principalmente a preventiva que é baseada em um planejamento que antecede o surgimento de problemas na frota, permitindo a identificação precoce de eventuais problemas com os veículos. Quando adotada, aumenta a eficiência da frota, porque a programação dos reparos, recondicionamentos, ajustes e trocas de peças seguem um cronograma já determinado anteriormente.
A tecnologia pode auxiliar neste fator, com a utilização da telemetria por exemplo. Levando em consideração que a forma com que o motorista conduz o veículo influencia diretamente nas condições do mesmo. Aquele condutor que deixa o veículo constantemente parado com o motor ligado, está desgastando e reduzindo sua vida útil, e a contínua ação indevida pode acarretar num mal funcionamento do veículo, culminando num acidente de trânsito.

evitar acidentes de trânsito

Fator humano: os comportamentos indevidos, isolados ou juntamente com outros fatores, são a causa da maioria dos acidentes de trânsito. Aqui são englobados aspectos mais objetivos e fáceis de se identificar, como aqueles que resultam em infrações de trânsito, e outros já são mais subjetivos, ligados à formação insatisfatória do motorista (inabilitação, inexperiência e imperícia) ou às suas condições físicas/psicológicas desfavoráveis (fadiga, estresse, agressividade, desatenção, entre outros). São exemplos:

• Excesso de velocidade
• Ultrapassagem indevida
• Desatenção
• Fadiga/Sonolência
• Desrespeito à distância mínima
• Não uso de equipamentos de segurança (cinto de segurança por exemplo)
• Consumo de álcool e drogas

Neste fator a tecnologia é uma grande aliada na prevenção de acidentes, pois possui ferramentas que atuam diretamente no comportamento do motorista. Há equipamentos que associados à telemetria, permitem alertas em tempo real aos motoristas, a cada ação indevida cometida. Também permite o trabalho com indicadores para ranking de condutores, programas de premiação e identificação de motoristas com necessidade de treinamentos mais efetivos sobre condução segura.

Após apresentarmos os três fatores que contribuem às causas de acidentes no trânsito, destacamos a importância deste conhecimento, pois nenhum problema é solucionado quando as causas são desconhecidas. É preciso analisar o perfil dos envolvidos, características dos veículos e do ambiente viário, estes fatores, quando identificados, possibilitam a aplicação de medidas corretivas que evitarão ou dificultarão futuros acidentes de trânsito e aumentarão a segurança em suas operações.