competencias-gestor-de-frotas

As 11 habilidades de um gestor de frotas competente

Postado em: Condução Econômica Dicas Gestão de Frotas Logística

Artigo atualizado

Qualidade e produtividade são fundamentais para o aumento da eficiência na gestão de frotas e quando bem trabalhadas geram maior competitividade para as empresas, característica imprescindível considerando o mercado atual.

E para atingir a competitividade no gerenciamento do transporte, é necessário reduzir custos, sem comprometer a qualidade do resultado final das operações, e ainda garantir a segurança e satisfação dos clientes, usuários e operadores. 

Ao gestor de frotas cabe então estar preparado para este desafio com a busca por qualificação, conhecimentos e atualização contínua. E você sabe quais são as principais habilidades que este profissional precisa ter? Confira abaixo:

ORGANIZA A ROTINA DA OPERAÇÃO

O gestor de frotas precisa ser organizado e saber administrar bem seu tempo e de sua equipe. Uma gestão eficiente é precedida pelo gerenciamento apropriado do tempo, com as prioridades elencadas de maneira correta, sendo as tarefas cumpridas sem atrasos ou prorrogações.

FAZ UMA GESTÃO FOCADA EM PESSOAS

Um bom gestor conhece as habilidades e formas de trabalhar de cada membro de sua equipe, sabendo como extrair todo potencial de seu grupo. Ele busca encontrar formas de motivá-los para que a produtividade não seja afetada e que os objetivos planejados sejam atingidos. 

TREINA E QUALIFICA SUA EQUIPE

Ter sua equipe bem preparada e motivada para a realização de suas tarefas é de extrema importância, para isso é indispensável estar atento à preparação da mesma como um todo. Oferecer treinamentos é uma ótima forma de os manterem sempre atualizados e motivar sua equipe a alcançar as metas estabelecidas. Além da motivação, os treinamentos contribuem para um melhor relacionamento da empresa com o colaborador.

CONHECE SEU MERCADO DE ATUAÇÃO

Em seu dia a dia de trabalho o gestor de frotas toma muitas decisões importantes no que diz respeito a todo processo logístico e para tomá-las corretamente, é preciso que ele conheça com profundidade o mercado, suas sazonalidades e o segmento em que atua. O benchmarking é um método relevante neste ponto, pois procura sistematicamente pelos processos, ideias e procedimentos mais eficazes que conduzam sempre a um melhor desempenho.

SABE SE COMUNICAR

Os ruídos de comunicação devem ser evitados sempre, pois acarretam interpretações erradas e consequentemente problemas no andamento das operações. É necessário que o gestor seja claro em suas determinações, garantindo maior agilidade e precisão no desenvolvimento das mesmas, evitando-se assim qualquer tipo de retrabalho. Quando se investe em comunicação o gestor consegue estabelecer conversas mais relevantes, demonstrando também, a valorização de seus colaboradores.

TEM RESILIÊNCIA EMOCIONAL

Com as grandes responsabilidades que tem em mãos, o gestor de frotas deve ter sensibilidade para lidar com os eventuais conflitos que surgirem, sabendo contornar todas as adversidades com calma e sem tomar atitudes precipitadas. Também deve ter a capacidade de lidar com pressão e cobranças, mantendo o mesmo nível de produção e análise.

 COMPREENDE AS FINANÇAS

Para tomar decisões mais acertadas, o gestor precisa compreender e analisar tudo o que se relaciona aos custos de sua frota. Há softwares que recolhem dados sobre a condução de seus motoristas, demonstrando quais são os maiores gastos, facilitando a identificação de onde podem trabalhar para tornar suas operações menos custosas. Tal fato auxilia na construção de planejamentos com previsões de custos mais precisas e maior possibilidade de uma rentabilidade satisfatória. 

ENTENDE A DIFERENÇA ENTRE INVESTIMENTO E GASTO

Ao gerenciar uma frota é imprescindível que o gestor quais aspectos da operação geram gastos e prejuízos, e quais exigem investimento para aumentar a produtividade. A renovação da frota, por exemplo, pode ser vista como um gasto desnecessário. No entanto, veículos novos podem reduzir de forma significativa os custos com manutenção. Dessa forma, um bom gestor deve agir de forma prática e técnica, e avaliar ações com base nos resultados a longo prazo e na economia que podem gerar para a operação.

PENSA ESTRATEGICAMENTE

Além da capacidade de atualizar-se constantemente sobre tendências de sua área e do mercado, um gestor de frotas deve ter a capacidade de aplicar seus conhecimentos à realidade da operação, seja durante um planejamento estratégico ou durante situações emergenciais. Um gestor de frotas competente é capaz de tomar decisões rápidas e assertivas para preservar a integridade da operação. 

DOMINA AS INFORMAÇÕES

É imprescindível que o gestor de frotas tome decisões corretas e para isso, ele precisa ter em mãos informações rápidas e precisas ao seu dispor. Neste tópico destaca-se a importância de se investir em um sistema de monitoramento e gestão de frotas, que facilitará a previsão de gastos, localização dos veículos, gestão da disponibilidade dos mesmos e o melhor planejamento das rotas. A tecnologia tem função importante neste item, pois reúne a maior quantidade de dados possíveis sobre a frota com relatórios disponíveis a qualquer momento, facilitando a verificação dos resultados e consequentemente as tomadas de decisões são mais rápidas e seguras.

PADRONIZA PROCESSOS

As atividades vindas da gestão de frotas devem ser desempenhadas da melhor forma e de maneira integrada. Para isso é interessante o gestor criar e gerenciar uma padronização de processos, assim todas as atividades relacionadas à frota devem ser desenvolvidas de acordo com o padrão estabelecido. Neste caso, um documento como a política de frotas pode fazer grande diferença em direção a uma gestão mais eficiente.

Busque desenvolver essas qualidades em sua gestão de frotas e certamente alcançará maior produtividade, controle e redução de custos nas operações. Você possui essas características? Acha que alguma competência importante ficou de fora?

Uma forma de se aperfeiçoar profissionalmente é tomando consciência dos principais erros cometidos por profissionais na mesma posição que você (talvez até por você mesmo), agir para corrigi-los e não falhar nos mesmos pontos novamente. Confira nosso material especial e veja quais são os erros mais comuns que podem atrapalhar sua gestão de frotas.

download-gratuito

  • GUILHERME

    PADRONIZAÇÃO DA FROTA E CONTROLE RASTREAMENTO

  • Sérgio Barbosa Magalhães

    Ana boa tarde! Estou lendo seu artigo na data de 06/04/2017, ou seja quase um ano após sua publicação. Por favor gostaria de poder escrever sobre o assunto, pois estou em um momento importante profissional. O momento que vivemos é muito difícil e estou procurando uma nova oportunidade. Gostaria de conversar mais pois gostei muito do seu artigo, e preciso saber se podemos trocar informações sobre o segmento e me motivar para uma mudança tão profunda. Me chamo Sérgio Magalhães e meu email; smagalhaes59@gmail.com Obrigado e aguardo seu retorno.
    Att

    • Veltec

      Olá Sérgio!
      Tudo bem?

      Ficamos muito felizes que tenha gostado do artigo!
      Que bacana! Retornei o contato por email.

      Fico à disposição!
      Um abraço!

    • Veltec

      Olá Sérgio!
      Tudo bem?

      Que bacana! Ficamos muito felizes que tenha gostado do artigo!
      Retornei o contato por email.

      Fico à disposição!
      Um abraço!

  • Julio Romao Guerreiro Leme

    muito bom , as vezes apenas o bom senso já resolve muito conflitos e até os preveem.

    • Veltec

      É verdade, Julio! Obrigada pela sua contribuição, sua opinião é muito importante para nós.